Banco XP aguarda aval do BNDES para ser repassador de recursos

Banco XP aguarda aval do BNDES para ser repassador de recursos

Cynthia Decloedt

09 de julho de 2020 | 05h00

Foto: Matheus Lombardi/Divulgação

O Grupo XP está ampliando seus tentáculos no crédito. Uma das investidas recentes, entre algumas lançadas após a pandemia, foi o ingresso com um pedido de credenciamento junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para constar na lista de instituições repassadoras de recursos. Em análise pelo banco de fomento desde março, o processo de aprovação da XP ainda deve levar meses, seguindo os ritos tradicionais do BNDES, geralmente longos. A expectativa da XP era participar da malha de bancos que tentam fazer os programas de crédito derivados da crise chegar à ponta, ou seja, às empresas que têm tido o acesso frustrado por outras vias.

XP lançou linha de hedge para empresas

Sem a alternativa, a XP criou outros mecanismos para aliviar seus clientes pessoas jurídicas e até físicas, ressentidas pela paralisação econômica. Em março, criou uma linha de hedge para empresas, para proteção de variação cambial ou troca da taxa de juro de referência de seus passivos. A XP não prestava esse serviço.

Com o recolhimento dos bancos na concessão de empréstimos, a instituição enxergou a demanda. Lançou também o empréstimo express, voltado às pessoas físicas, uma linha de crédito tradicional que tem como garantia os investimentos.

Esta notícia foi publicada no Broadcast no dia 08/07 às 14:02

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

XPbndescrédito

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: