Bancos esperam cerca de R$ 15 bi em impostos e multas com nova repatriação

Coluna do Broadcast

05 de abril de 2017 | 05h00

Os bancos esperam que a arrecadação do governo com impostos e multas diante da nova leva de repatriação fique ao redor de R$ 15 bilhões. Já o montante que deve retornar ao País no processo que começou na segunda-feira, 3, deve ser de entre R$ 40 bilhões e R$ 60 bilhões. Na primeira leva, em 2016, foram R$ 46,8 bilhões. Desta vez, porém, os bancos esperam menos correria. Isso porque muitos dos potenciais “repatriadores” já estão com o dossiê preparado, justamente porque não conseguiram fazê-lo a tempo na vez anterior, quando 24,5 mil dos 25,5 mil pedidos foram feitos nos últimos 60 dias. Alguns sequer conseguiram liquidar seus ativos e fazer caixa para pagar o tributo. Com meio caminho andado, os plantões de finais de semana feitos na primeira leva não devem se repetir. Além disso, os bancos também se consideram mais bem preparados para atender à demanda.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tendências: