Bandeira de cartões Elo busca US$ 700 mi em IPO na Nasdaq em outubro

Bandeira de cartões Elo busca US$ 700 mi em IPO na Nasdaq em outubro

Altamiro Silva Junior

18 de agosto de 2021 | 05h30

Foto: Andrew Kelly/ Reuters

A bandeira de cartões Elo planeja lançar ações na Nasdaq, a bolsa de tecnologia dos EUA, na segunda quinzena de outubro e chegar ao mercado sendo avaliada em US$ 2 bilhões. A expectativa por ora é que a oferta movimente ao redor de US$ 700 milhões.

A empresa brasileira já fez reuniões preliminares com investidores em Nova York e até recebeu convite de Bolsas mundo afora para realizar uma dupla listagem de suas ações. Mas a opção foi pela Nasdaq, na qual estão listadas algumas das maiores empresas de cartões e pagamentos do mundo e há investidores dispostos a avaliar melhor as empresas. A Visa, avaliada em US$ 500 bilhões, optou pela Bolsa de Valores de Nova York.

Para dar partida oficial no IPO, a Elo já enviou o primeiro pedido regulatório para a Securities and Exchange Commission (SEC, que regula o mercado de capitais dos EUA). No começo de setembro, deve fazer novo protocolo junto ao regulador. Uma das opções é fechar uma operação menor agora e, no futuro próximo, uma oferta subsequente.

O IPO da Elo é coordenado pelos bancos americanos Goldman Sachs, JPMorgan e Morgan Stanley, além do brasileiro BTG Pactual e dos três bancos de investimento dos maiores sócios da bandeira – Bradesco, Banco do Brasil e Caixa. Procurada, a Elo não comentou.

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 17/08/21 às 18h20.

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Elonasdaq#IPO #bolsa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.