Bank of America vai disputar espaço no mercado local de títulos de dívida

Bank of America vai disputar espaço no mercado local de títulos de dívida

Cynthia Decloedt

24 de dezembro de 2021 | 05h00

Avenida Faria Lima é o centro financeiro da capital paulista. Crédito da Foto: Hélvio Romero/Estadão

O Bank of America (BofA) vai disputar espaço com outros bancos de investimento no mercado de renda fixa local, assessorando empresas nas emissões de títulos de dívida, como debêntures. Tradicionalmente, o BofA marca presença em lançamentos de títulos de dívida (bonds) de empresas brasileiras no exterior. No mercado de ações, assessora ofertas tanto no Brasil como no exterior.

Agora o bancão americano quer se posicionar como opção no mercado de dívida local, onde praticamente nenhum banco estrangeiro atua, com exceção do UBS-BB. A iniciativa faz parte da estratégia de oferecer um balcão do tipo one stop shop para os clientes locais, segundo o responsável pelo mercado de capitais de dívida do BofA no Brasil, Caio de Luca.

Nova estratégia já foi inaugurada

A primeira operação assessorada pelo BofA foi uma captação de R$ 400 milhões em debêntures com prazo de quatro anos para a AleSat Combustíveis, adquirida pelo grupo suíço Glencore em 2018. As debêntures ficaram na carteira do banco, que vai distribuir a investidores institucionais. Segundo Caio de Luca, a proposta é erguer uma estrutura capaz de atender os clientes em todas as frentes, utilizar o balanço local, mais robusto no BofA que em muitos dos estrangeiros radicados aqui, além de expandir as capacidades da instituição em mercados de capitais.

Estratégia vem maturando aos poucos

O BofA vem elaborando tal estratégia há algum tempo. Em 2020, por conta da covid-19, priorizou outras frentes de negócios. O banco tem em sua carteira comercial um número relevante de grandes empresas e, em sua maioria, multinacionais. A meta de se transformar em uma plataforma completa de serviços para essas empresas encontra respaldo em um ambiente de grande competitividade, como o que o vigora atualmente no segmento bancário. O mercado de renda fixa local, por sua vez, se tornou uma fonte de recursos importante para as empresas. As emissões de debêntures bateram recorde este ano, se aproximando dos R$ 180 bilhões colocados no mercado.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 23/11/2021 às 14h54

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

bonds; Bank of America; Bofa; debêntures

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.