BB financia mais de 10,4 mil itens de acessibilidade e vê linha crescer 34%

BB financia mais de 10,4 mil itens de acessibilidade e vê linha crescer 34%

Aline Bronzati

07 de janeiro de 2020 | 05h05

FOTO: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Banco do Brasil viu sua linha de financiamento a itens de acessibilidade saltar quase 34% em 2018 frente ao exercício anterior, ultrapassando a marca de R$ 100 milhões. Parece pouco em se tratando de um banco com uma carteira de crédito da ordem de R$ 686,7 bilhões, mas não é. O montante foi suficiente para financiar mais de 10,4 mil itens de tecnologia assistiva, como próteses, aparelhos auditivos e cadeiras de rodas.

Leia também: Estatais pagam este ano 40% mais em dividendos

Geografia. Voltada a pessoas com renda mensal de até dez salários mínimos, a linha visa a contribuir com o bem-estar e a maior inclusão social das pessoas com deficiência (PcD). São Paulo foi o Estado que mais utilizou a linha de crédito, com 3.816 operações, totalizando mais de R$ 34 milhões. Minas Gerais aparece na sequência.

Saiba mais: Dono da Havan chama acessibilidade de “burocracia que para nada serve”

Tamanho. Em torno de 6,2% da população brasileira têm algum tipo de deficiência, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para 2020, o BB quer seguir ampliando o volume de financiamento para esse público e, com isso, apoiar o governo nas políticas públicas de inserção das PcD.

Notícia publicada no dia 06/01/2020, às 14:15:08

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

BBacessibilidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.