Bluefit quer IPO de até R$ 600 milhões em setembro e já tem interessados

Bluefit quer IPO de até R$ 600 milhões em setembro e já tem interessados

Cynthia Decloedt

17 de agosto de 2021 | 05h30

Bluefit surfa na onda do sucesso do  IPO da SmartFit  Foto: Gabriela Biló / Estadão

A Bluefit, rede de academias que se posiciona como concorrente da SmartFit, espera que o preço das ações em sua oferta inicial (IPO, em inglês) seja conhecido na segunda quinzena de setembro. O lançamento deve girar em torno de R$ 400 milhões. Caso sejam negociados os lotes suplementar e o adicional, o montante pode alcançar R$ 600 milhões. Há pelo menos cinco fundos que já mostraram interesse em participar da oferta.

Embora o IPO já estivesse sendo preparado desde o ano passado, a Bluefit surfa a onda do sucesso da SmartFit, que teve demanda de 20 vezes a oferta – ou o equivalente a R$ 40 bilhões. A SmartFit movimentou R$ 2,3 bilhões no IPO e chegou à B3 com valor de mercado de R$ 13,9 bilhões. Suas ações subiram mais de 27% na estreia na Bolsa, há um mês. De lá para cá, porém, acumulam queda de 20%.

Segunda oportunidade

A Bluefit já fez pelo menos 70 reuniões com investidores, sob coordenação única da XP Investimentos. Muitos dos que não conseguiram participar do IPO da SmartFit, olham para a Bluefit como uma segunda oportunidade de investir no setor de academias.

Com uma rede menor do que a SmartFit, a Bluefit está sendo avaliada por um valor mais baixo do que a concorrente. A Bluefit tem atualmente 105 unidades e deve fechar o ano com 130, espalhadas em 15 Estados e 50 cidades. A SmartiFt tem 800 academias somente no Brasil e está presente em outros 10 países.

Apesar da diferença, o segmento é muito pulverizado, e a Bluefit também se destaca nesse mercado. O espaço para crescer é grande e a estratégia de “consolidação” acontece pela expansão orgânica e pelo sufocamento das academias de “bairro”.

Para se diferenciar da principal concorrente, a Bluefit tem vendido o posicionamento de que suas academias são mais amplas e de que oferece com serviços completos, com salas para aulas de danças e até de meditação. Mas a SmartFit está atenta. Na semana passada comprou 100% da escola de dança Smartex. Procurada, a Bluefit não respondeu a pedido de entrevista.

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 16/08/21 às 18h33.

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Tudo o que sabemos sobre:

IPOrede de academiasBluefitSmartfit

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.