Bofa colocou time de 400 pessoas para venda histórica de ações do BNDES

Bofa colocou time de 400 pessoas para venda histórica de ações do BNDES

Fernanda Guimarães

07 de agosto de 2020 | 05h30

O Bank of America colocou um time robusto, com nada menos do que 400 pessoas, em um esforço global, para viabilizar a maior venda por meio de um bloco de ações em da história em bolsa de valores no Brasil e na América Latina: o “block trade” (pelo jargão do mercado financeiro) de ações da Vale detidas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que movimentou R$ 8,1 bilhões, na última terça-feira.

Corrida. O BNDES pediu propostas para um grupo de bancos na noite de segunda-feira para a operação. O Bofa levou ao negócio ao oferecer uma garantia firme na operação com um desconto de apenas 2,5% em relação ao fechamento do papel no pregão daquele dia, ou R$ 58,76. O BNDES deu a resposta apenas na terça-feira, depois das 8 horas da manhã. Às 10 horas, o leilão foi comunicado ao mercado e o time do banco, no Brasil e fora, começou uma corrida de 100 metros. O leilão começou 11 horas, com 100 milhões de ações ofertadas. Com a alta demanda, a decisão foi de colocar o lote extra, ou seja, mais 35 milhões de ações. Tudo terminado um pouco depois das 11h30. A ação saiu no leilão em R$ 60,26 – sem desconto em relação ao dia anterior.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 06/08/2020 às 15:09:40 .

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

bndesBofAvaleb3

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: