Credit Suisse será coordenador líder na oferta de ações da Petrobrás

Credit Suisse será coordenador líder na oferta de ações da Petrobrás

Fernanda Guimarães

20 de dezembro de 2019 | 04h21

REUTERS/Paulo Whitaker

 

O Credit Suisse foi escolhido ontem pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para comandar a oferta subsequente (follow on) da Petrobras, para venda dos papéis detidos pelo banco público em sua carteira de renda variável. Além do líder farão parte do sindicato outros sete bancos de investimento, que estruturarão a oferta de ações da petroleira. Procurado, BNDES não comentou.

Partida. A primeira reunião com todos os bancos, que no jargão do mercado é chamada de “kick off“, deve ocorrer hoje. A oferta pode ocorrer no primeiro trimestre do ano que vem. Apenas em ações ordinárias, a participação do BNDES vale R$ 24 bilhões.

Notícia publicada no Broadcast dia 19/12/2019, às 15:16:21.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

follow onpetrobrás

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: