Bônus da Andrade Gutierrez seguem sem pagamento

Bônus da Andrade Gutierrez seguem sem pagamento

Cynthia Decloedt

31 Maio 2018 | 08h59

O pagamento dos US$ 325 milhões em bônus pela Andrade Gutierrez segue em aberto. Hoje expiram os 30 dias de carência para honrar o compromisso vencido em 30 de abril. As dificuldades para obter recursos numa operação articulada pela gestora norte-americana Pimco persistem. Na verdade, até aumentaram com a queda recente das ações da CCR, as quais seriam a garantia de tal empréstimo. Apesar do grande empenho da Pimco, importante credora dos bônus, os investidores que participariam da operação do empréstimo consideravam as ações da CCR uma garantia insuficiente.

Perdendo as esperanças
Até a semana passada, os preços dos bônus da companhia não se mexiam, com investidores esperando pelo fechamento do empréstimo. No entanto, por esses dias, a situação mudou e a expectativa de haver um calote começou a ficar explícita na queda dos papéis para abaixo do patamar de 80% do valor de face em que estavam paralisados.

 

Siga a @colunadobroad no Twitter