Bosch caça startups em segurança, saúde, educação e agronegócio no Brasil

Coluna do Broadcast

28 de outubro de 2016 | 12h06

A Bosch do Brasil está de olho em startups nos segmentos de segurança, saúde, educação e agronegócio. O pré-requisito é ser “muito inovadora”. O foco são empresas nascentes que futuramente gravitem na órbita de companhias líderes que emergirão da nova onda de inovações tecnológicas. Bruno Bragazza, diretor de Inovação da Bosch do Brasil, está à frente da iniciativa, que poderá contar com recursos da Robert Bosch Venture Capital, na Alemanha. O Brasil não é core da venture capital alemã, por responder por apenas 0,1% das transações globais, mas Bragazza conseguiu arrancar o compromisso da matriz de investir se identificar alguma startup com o perfil do fundo.

Tudo o que sabemos sobre:

StartupBosch do Brasil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.