BR Rating cria sistema para analisar práticas ESG em empresas

BR Rating cria sistema para analisar práticas ESG em empresas

Aramis Merki II

26 de outubro de 2021 | 15h45

Análise considera 67 pontos, divididos em 18 temas, cinco relacionados a questões ambientais  Foto: Tiago Queiroz/Estadão

A agência de classificação de governança corporativa BR Rating lançou sistema próprio para avaliar boas práticas ambientais, de governança e sociais (ESG, na sigla em inglês) em empresas. A falta de parâmetros comparáveis é uma das queixas na análise das práticas sustentáveis.

A metodologia proprietária foi desenvolvida em parceria com a consultoria Prowa. Referências internacionais e nacionais, como a International Finance Corporation (IFC) e o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE B3), basearam a avaliação.

A análise leva em conta 67 pontos, divididos em 18 temas, sendo cinco relacionados às questões ambientais, oito para os assuntos sociais e cinco para governança corporativa. Foram estabelecidos quatro estágios para classificar as empresas: básico, intermediário, maduro e liderança.

Os sócios Olavo Rodrigues, Ronald Bozza, Marcos Rodrigues e João Castro, com experiência no mercado de capitais e em conselhos de grandes empresas, iniciaram a BR Rating em novembro, com prioridade para classificar sistemas de governança corporativa.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 26/10/21, às 11h19.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

esgratingempresasgovernança corporativa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.