Braço de crédito da imobiliária Brasil Brokers, Credimorar abre o ano com recorde

Braço de crédito da imobiliária Brasil Brokers, Credimorar abre o ano com recorde

Circe Bonatelli

08 de abril de 2021 | 05h15

Foto: Nilton Fukuda/Estadão

A Credimorar, braço de crédito da imobiliária Brasil Brokers, teve o melhor desempenho da sua história no primeiro trimestre de 2021. No fechamento prévio de março, a empresa emitiu 1 mil contratos, gerando R$ 350 milhões em operações de crédito. Foi o mês recorde. No acumulado trimestral, foram 2,7 mil contratos, com R$ 1 bilhão em empréstimos, a despeito das incertezas provocadas pela pandemia.

A Credimorar atua como correspondente bancária dos três maiores bancos privados do País – Bradesco, Itaú e Santander – e já representa 45% da receita de toda a Brasil Brokers. Em parte, o crescimento dos negócios tem acompanhado a queda na taxa de juros nos últimos anos, o que aumentou a demanda por financiamentos. Além disso, a empresa tem apostado muito na popularização do empréstimo pessoal com imóvel como garantia (home equity)

Segundo dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), o número de contratos de home equity no País aumentou 25% nos últimos dois anos, e o valor emprestado subiu 50%. O potencial para continuar crescendo é grande. No Brasil, a modalidade representa menos de 2% do crédito residencial. Nos Estados Unidos, por exemplo, a porcentagem é de cerca de 15%.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 7/4, às 17h35.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

crédito imobiliárioimóveis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.