Bradesco dá nova cara à Cidade de Deus

Bradesco dá nova cara à Cidade de Deus

Coluna do Broadcast

03 de novembro de 2019 | 04h00

D epois de 66 anos, o Bradesco decidiu dar uma cara nova à Cidade de Deus, como ficou conhecida sua sede, em Osasco. Capitaneado pelo presidente do banco, Octavio de Lazari, o projeto durou 240 dias e consumiu R$ 50 milhões em investimentos. As novas instalações têm conceito sustentável, com reúso de água e energia solar, e incluem um moderno auditório com capacidade para 300 pessoas. Nele acontecerá o tradicional encontro anual com analistas e investidores, no dia 11 de novembro. Pela primeira vez, a sede histórica do Bradesco, inaugurada em 1953, será palco da reunião. A “nova” Cidade de Deus terá ainda mais um restaurante corporativo com seis salas privativas, um conjunto de instalações de bem-estar e conveniência para os cerca de 13 mil funcionários.

Raio X. Em uma área de 215 mil metros quadrados, a sede administrativa do Bradesco conta com 13 prédios administrativos, separados por cor. A alta cúpula do banco seguirá no 4.º andar do prédio vermelho da Cidade de Deus, de onde Lazari comanda o segundo maior banco privado da América Latina há um ano e meio. Entre jardins e áreas esportivas, foram inaugurados os Espaços Conviver, Bem-Estar e Fitness, que ocupam 3.800 metros quadrados e combinam serviços que vão de mercado a spa e beleza.

 

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

bradesco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.