Brasileiros preferem benefícios a salários maiores

Coluna do Broadcast

12 Dezembro 2016 | 20h58

Diante da realidade complexa da Previdência Social, que pode permanecer com déficit mesmo após a reforma, a maioria dos brasileiros (67%) prefere benefícios, como planos de previdência e seguro de vida ou saúde, a salários maiores, aponta estudo da seguradora Zurich – Falhas na Proteção de Renda/2016, feito em conjunto com a Universidade de Oxford. Somente 19% priorizam salários mais altos em detrimento dos benefícios, entre os mais de mil entrevistados no Brasil.

Realidade global
No mundo, a maioria também prefere benefícios, alcançando média global de 60%. O México é o único país que tem índice de predileção por benefícios maior do que o brasileiro, de 79%.

Siga a @colunadobroad no Twitter