Brasileiros querem saúde e emprego como prioridades do governo em 2020

Brasileiros querem saúde e emprego como prioridades do governo em 2020

Aline Bronzati

21 de janeiro de 2020 | 05h00

As prioridades do governo de Jair Bolsonaro neste ano devem ser saúde pública e combate ao desemprego. A conclusão é de uma sondagem da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). O ranking de temas que merecem a atenção do governo em 2020 incluem ainda investimentos em educação (38%), combate à corrupção (25%), à violência (20%), controle da inflação (18%) e redução de impostos (18%).

Esperança. A despeito da expectativa de retomada gradual da economia, brasileiros demonstram algum grau de otimismo sobre 2020. De acordo com a pesquisa, 45% dos entrevistados têm a percepção de que a economia vem se recuperando, 37% avaliam que essa retomada acontece de forma lenta e apenas 8% de maneira acelerada. Já 31% não percebem sinais de crescimento e 17% acham que a situação está piorando. Outros 7% não sabem avaliar.

Alvo. Para chegar nessas conclusões, a CNDL e a SPC Brasil ouviu 600 pessoas entre homens e mulheres, acima de 18 anos, de todas as classes sociais, em todo o País. A margem de erro é de 4,0 pontos porcentuais para um intervalo de confiança a 95%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.