Brookfield retoma venda de participações que ainda tem em shoppings do Rio e de SP

Brookfield retoma venda de participações que ainda tem em shoppings do Rio e de SP

Circe Bonatelli

15 de fevereiro de 2022 | 05h00

Foto: Marcio Fernandes/Estadão

A canadense Brookfield retomou as negociações para venda das suas participações nos shoppings Higienópolis e Pátio Paulista (na cidade de São Paulo) e Riosul (no Rio de Janeiro). Os empreendimentos ficam em áreas nobres e são voltados a consumidores de renda alta. Juntas, as fatias da companhia nos centros de compra são avaliadas em bem mais de R$ 1 bilhão. As principais operadoras de shoppings estão debruçadas no negócio, assim como fundos imobiliários, que têm grande apetite por aquisições. A fase é de análise dos ativos, e ainda não há oferta vinculante na mesa, apurou a Coluna com fontes do mercado.

A Brookfield vem se desfazendo de seu portfólio de shoppings nos últimos anos. Em dezembro, acertou a venda de 100% do Madureira Shopping, no Rio, por R$ 286,2 milhões para o fundo imobiliário Malls Brasil Plural. Antes disso, se desfez da participação minoritária, de 21%, no Shopping Leblon para a Aliansce Sonae, por R$ 275 milhões.

O grupo já tentou vender essas unidades no passado, mas a pandemia atrapalhou os planos ao impor restrições para o funcionamento do comércio, o que afetou muito as vendas. Passado o momento mais duro da crise sanitária, os shoppings já se reaproximaram dos níveis normais de fluxo de visitantes. Procurada, a Brookfield não comentou.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 14/02, às 17h07.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

shoppingsBrookfield

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.