BS2 lança piloto de plataforma digital e mira openbanking

BS2 lança piloto de plataforma digital e mira openbanking

Economia & Negócios

12 Junho 2018 | 04h00

O banco mineiro BS2, ex-Bonsucesso, vai estrear no já disputado mundo dos serviços financeiros digitais, dando sequência às mudanças implementadas após a cisão das operações de consignado, em uma joint venture com o Santander Brasil em 2015. O lançamento da plataforma digital para pessoas físicas e jurídicas do BS2 será feito hoje, ainda em fase de teste, durante o Ciab, tradicional evento de tecnologia bancária, promovido pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Mutualismo
Junto à digitalização, a grande aposta do BS2 está no modelo openbanking, um conceito de banco aberto que tem movimentado a indústria financeira mundial. Ao entrar nesse segmento, o BS2 pretende ampliar de forma exponencial sua base de clientes, ainda que o nome do banco fique relativamente “escondido” junto ao público de varejo nesse modelo. Entretanto, frente ao atacado, o BS2 pretende solidificar sua marca, permitindo que parceiros se pluguem em sua plataforma para ofertar produtos e serviços bancários e não bancários a seus clientes.

Piloto
A fase de testes deve durar até 60 dias. No geral, a plataforma digital do BS2, que opera sem agências físicas, vai oferecer todos os serviços bancários para pessoas físicas, incluindo uma plataforma de investimento aberta, ou seja, com oferta de produtos de terceiros. Na pessoa jurídica, o BS2 mira os pequenos empreendedores. A ideia é que, a partir de agosto, a plataforma esteja operando de forma plena.

Novo
O conceito de openbanking é bastante novo. Regulamentado pela União Europeia no início deste ano, representa uma das mais significantes mudanças do sistema bancário mundial. No Brasil, os grandes bancos já trabalham para instituir o conceito baseado na tecnologia de Application Programming Interface (API).

Siga a @colunadobroad no Twitter