BTG Pactual lança primeiro fundo de índice de debêntures do mercado

Cynthia Decloedt

28 de junho de 2022 | 05h26

ETFs e renda fixa têm atraído número crescente de investidores    Foto: BTG Pactual

O BTG Pactual está lançando o primeiro fundo de índice ou ETF de debêntures do mercado brasileiro, em parceria com a Teva, empresa especializada em índices para esse instrumento de investimento. O ETF Debêntures DI do BTG, que entra na bolsa com o ticker DEBB11, replica o índice da Teva no qual estão 90 debêntures de 61 emissores, que levaram ao Mercado um volume igual ou superior a R$ 300 milhões desses papéis.

Volatilidade na bolsa ampliou interesse por renda fixa

Tanto os ETFs, quanto a categoria de investimento renda fixa, na qual estão as debêntures, têm atraído um crescente número de investidores, que diversificam suas carteiras. A renda fixa tem ganhado tração desde o ano passado, como reflexo do aumento da volatilidade em bolsa. Este ano, o volume de debêntures emitidas subiu 35% entre janeiro e maio, em relação ao mesmo período do ano passado, para R$ 106,2 bilhões. Os fundos de renda fixa receberam R$ 98 bilhões de recursos de investidores no mesmo período, R$ 4 bilhões acima de igual intervalo de 2021. Os números são da Anbima.

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 27/06/22, às 16h04

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.