BTG Pactual trabalha para ampliar presença de sua plataforma digital

Coluna do Broadcast

11 de maio de 2017 | 05h00

O BTG Pactual tem trabalhado para reforçar sua plataforma digital. E o espaço para crescimento pode aumentar diante da venda de uma fatia da XP Investimentos ao Itaú Unibanco, em uma aposta de que a corretora perderia sua principal característica ao ter um grande banco como parceiro.

Andança

O BTG já vinha desenhando formas de crescer no segmento. Lançou sua plataforma digital em 2016, projeto que está nas mãos de André Esteves. O executivo tem, inclusive, visitado concorrentes para averiguar o que há na vizinhança. Mas ao contrário da XP, o BTG quer oferecer aos clientes em sua plataforma um portfólio de produtos previamente selecionado.

Não tem tu

No segmento de varejo, o BTG Pactual tentou adquirir a corretora Rico, que acabou ficando nas mãos da própria XP. A instituição quer ganhar musculatura para ir atrás de um filão de mercado e disputar um nicho com os bancos de varejo, caminho trilhado, ao menos até aqui, pela XP. Procurado, o BTG não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: