Buser tem expansão de usuários na pandemia

Buser tem expansão de usuários na pandemia

Fernanda Guimarães

24 de dezembro de 2020 | 05h00

 

Em um ano de grandes desafios para as companhias aéreas por conta da pandemia, a Buser, startup conhecida como “Uber do ônibus”, conseguiu aumentar o seu número de usuários cadastrados na plataforma, passando de 1,7 milhão no fim de 2019 para 3 milhões. A Buser faz a intermediação entre passageiros e empresas fretadoras de viagens rodoviárias

Na Justiça. As empresas que oferecem serviço por meio do app Buser fazem rotas intermunicipais e interestaduais. As companhias que vendem passagem na rodoviária têm entrado com ações na Justiça contra o aplicativo. Há duas semanas, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu pela regularidade das atividades de intermediação da Buser. As viações prometem recorrer.

No Congresso. Na semana passada, um projeto de lei aprovado pelo Senado tinha grande potencial de dar fim ao mercado de aplicativos de fretamento. O parecer do senador Acir Gurgacz (PDT-RO), cujos familiares são donos de empresas de ônibus, vetou a intermediação e a venda individual de bilhete de passagem nos casos de transporte não regular de passageiros. A Câmara ainda precisa votar o texto.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 23/12/2020 14:32:27 .

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.