C6 passa a vender seguro odontológico, em primeiro passo rumo a produtos de saúde

C6 passa a vender seguro odontológico, em primeiro passo rumo a produtos de saúde

Matheus Piovesana

02 de junho de 2022 | 05h30

Banco digital tenta fidelizar base de clientes   Foto: Gabriela Bilo/Estadão

Pouco após entrar no mercado de seguros, o C6 Bank dá um primeiro passo nos ramos relacionados à saúde e passa a oferecer um plano odontológico em parceria com a SulAmérica. O banco digital pretende avançar na oferta de seguros nos próximos meses, chegando, inclusive, ao seguro saúde.

“Há uma segmentação relacionada à ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), que é a do seguro saúde e do odontológico. Por simplicidade, entendemos que era melhor lançar o segundo odontológico primeiro”, disse ao Broadcast o head de seguros do C6, Fabio Basilone. O banco digital espera ter um produto de saúde no começo de 2023, e está conversando com seguradoras.

Expectativa é que preço e demanda reprimida impulsionem venda

O C6 Odonto tem mensalidade de R$ 20 nos primeiros seis meses, e de R$ 30 nos seguintes. A contratação e o uso são feitos por meio do aplicativo do banco, e os serviços seguem o rol da ANS, com coberturas para consultas, limpeza, canal e radiografias, entre outros. A aposta é de que o preço baixo e a demanda reprimida durante a pandemia impulsionem o plano.

Segundo Basilone, o C6 já vendeu cerca de 200 mil apólices de seguro desde a entrada no segmento, no ano passado, ante uma base de clientes próxima a 16 milhões de pessoas. O mais procurado até agora é o C6 Tag Rodovia, que fornece assistência e cobertura contra acidentes em rodovias com pedágio. Mas o C6 Conta, que protege contra roubos e transações bancárias feitas sob coação, deve tomar esse posto em breve, afirmou o executivo.

Com seguros, bancos digitais buscam mais rentabilidade

Bancos digitais e fintechs têm apostado em seguros em busca de rentabilidade. Os seguros massificados, oferecidos como complemento a algum outro produto, são os prediletos, mas o seguro de vida também chegou ao próprio C6 e a rivais como o Nubank.

“O seguro é um produto, de modo geral, bem importante para a rentabilidade dos bancos”, apontou Basilone. O C6 planeja, de acordo com ele, aumentar o leque de produtos em seguro de vida, e entrar naqueles relacionados ao seguro automotivo. Em todos os casos, vai recorrer a parcerias.

Além da SulAmérica no odonto, o C6 tem parcerias com a FairFax, no produto de vida, e com a Sura no tag. “A única coisa que me faria propor formar uma seguradora seria o mercado tratar mal a mim ou aos clientes, o que não está acontecendo”, afirmou o executivo.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 31/05/22, às 18h55

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.