Caixa não bateu martelo sobre forma de venda do Pan; BTG não quer sair

Caixa não bateu martelo sobre forma de venda do Pan; BTG não quer sair

Economia & Negócios

22 de janeiro de 2019 | 05h00

A Caixa Econômica Federal tem pressa em vender sua participação no banco Pan (ex-Panamericano), mas ainda não decidiu o formato. Os caminhos são oferecer para um parceiro estratégico ou partir para uma oferta de ações (follow-on), uma vez que a instituição tem capital aberto. A Caixa ainda não teria falado sobre o assunto com o seu sócio BTG Pactual, com quem divide o controle do Pan.

Quanto vale

O preço é mais ou menos dado. O banco todo está precificado em R$ 2,3 bilhões. Os 83,4% de Caixa e BTG valem R$ 1,9 bilhão a valor de mercado. À cifra deve ser acrescida um prêmio, uma vez que o Tribunal de Contas da União (TCU) não autoriza nenhum desinvestimento do banco público com desconto.

Fico

Como o BTG Pactual tem sinalizado nos bastidores que não quer sair do Pan, o mais provável é que a Caixa venda sua participação, de 32,8%, na bolsa. Desovar essa faria no mercado não é fácil. Por outro lado, achar interessado no ativo também é uma tarefa e tanto. O mineiro BMG, candidato natural à compra, por conta da operação de crédito consignado, já olhou a aquisição no passado ao lado de outros bancos e não tem interesse. Caixa, BTG e Pan não comentaram.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast +

Tudo o que sabemos sobre:

Caixa Econômica FederalBTGBanco Pan

Tendências: