Caixa sonda bancos por corretora de seguro própria

Caixa sonda bancos por corretora de seguro própria

Economia & Negócios

28 Junho 2018 | 04h00

A Caixa Seguridade, holding que concentra os negócios de seguros do banco público, solicitou a bancos de investimento sugestões (RFP, na sigla em inglês) para estruturar a sua própria corretora de seguros. A consulta ocorre em meio à renegociação do contrato com a sócia francesa CNP Assurances. O objetivo da Caixa Seguridade é replicar o modelo do Banco do Brasil, que detém, por meio da BB Seguridade, 100% da sua corretora. Hoje, quem responde pela distribuição de seguros da Caixa é a Wiz Corretora. No entanto, com sua participação de apenas 12% na Wiz, além de não deter o controle da empresa, o banco tem de dividir os ganhos com os sócios.

Sinal. Em sua última divulgação de resultados, a Caixa Seguridade informou que negociava com a Wiz – conversas estas que estariam perto do fim – um acordo para permitir a sua permanência no balcão de seguros do banco até 2021. Daí para frente, a instituição vai abrir uma concorrência para selecionar um parceiro para tal. Pode ser a Wiz ou não. A ideia é que a corretora própria da Caixa atue de forma passiva, ou seja, nos ramos em que não é necessária uma venda ativa, como, por exemplo, no seguro habitacional, associado ao crédito imobiliário. O parceiro fica com o restante das áreas. Procurados, a seguradora da Caixa e o banco não comentaram.

Siga a @colunadobroad no Twitter