Candidatos à presidência Uruguaia têm projetos grandes de infra no radar

Coluna do Broadcast

24 de novembro de 2019 | 04h00

Por Gabriel Bueno

O próximo presidente do Uruguai, que será definido na votação em segundo turno deste domingo, 24, vai comandar o País em meio ao andamento de grandes projetos de infraestrutura locais. Um desses projetos é o Ferrocarril Central, com investimento de pouco mais de US$ 1 bilhão para a remodelação de 273 quilômetros de ferrovias que ligam Paso de los Toros (centro-norte do país) ao porto de Montevidéu. Este último projeto será desenvolvido pelo Grupo Vía Central ao longo dos próximos três anos, conforme anúncio recente do governo atual, do presidente Tabaré Vázquez.

Celulose. Outro projeto de peso para a economia local é a segunda planta de celulose da finlandesa UPM no país, que ficará no Estado de Durazno, região central uruguaia – a companhia anunciou em julho que investirá mais de US$ 3 bilhões nessa fábrica, prevendo início das operações para o segundo semestre de 2022.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.