Cerberus faz proposta pela Oi, mas Sawiris estaria mais avançado

Coluna do Broadcast

06 Dezembro 2016 | 05h00

O fundo americano Cerberus, que tem como braço no Brasil o especialista em reestruturação de empresas Ricardo Knoepfelmacher, da RK Partners, fez proposta pela Oi, em recuperação judicial, durante reunião com bancos públicos e credores da operadora. A oferta, ainda sem valor, tem pontos em comum à feita pelo bilionário egípcio Naguib Sawiris.

oi_blog

(Foto: Estadão)

Em avaliação O Cerberus já está em due diligence para um possível aporte na operadora Oi. Teria US$ 2 bilhões para colocar na empresa. Mas considera o montante baixo e, por isso, ainda estuda atrair outros fundos para investir na tele.

Avançado O egípcio Sawiris, porém, estaria mais adiantado em uma solução para recuperar a Oi. Além de sua proposta ter sido considerada mais elaborada, o bilionário tem conversado com fornecedores e agências de apoio à exportação para agilizar o financiamento para o plano. Já o americano Elliott, que também teria interesse na tele, ainda não tem agenda com bancos públicos e credores da tele.

Alô, alô…Oi? A Laplace, novo assessor financeiro para o processo de recuperação judicial da Oi, ainda não fez qualquer contato com bancos públicos e credores da empresa. Conseguiu, com isso, aumentar o incômodo com o comportamento da companhia, que não responde à uma lista de questões. A tele justifica haver prazo de duas semanas para o início de reuniões presenciais com a Laplace.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Mais conteúdo sobre:

Oi