Chefe de estratégia do Santander deixa banco rumo à gestora WHG

Chefe de estratégia do Santander deixa banco rumo à gestora WHG

Matheus Piovesana

24 de março de 2021 | 05h03

Daniel Gewehr, chefe de estratégia de ações para Brasil e América Latina do Santander Brasil, vai deixar o chamado ‘sell side’ (área que promove a venda de ações e títulos), depois de 14 anos. Ele será sócio, gestor de portfólio e chefe de análise na gestora Wealth High Governance (WHG), trabalhando direto com o CIO, Andrew Reider.

Gewehr era chefe de estratégia do Santander havia dois anos. Em carta aos colegas, exaltou o time e disse que a área de análise foi de 16 profissionais para mais de 40 nesse período. Ele começa na WHG, após um período de garden leave (quarentena remunerada).

Outros profissionais saíram do Santander nos últimos meses, rumo a novas casas de análise. Renato Chanes, que era responsável pela estratégia para os clientes pessoas físicas, saiu da corretora do banco em novembro, e juntou-se à Spiti.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 23/03/2021, às 14:53:20.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Santander;whgDaniel Gewehr

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.