Com âncoras e demanda, ação da Vivara pode sair no teto em IPO

Com âncoras e demanda, ação da Vivara pode sair no teto em IPO

Coluna do Broadcast

02 de outubro de 2019 | 04h00

O interesse dos investidores na oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da rede de joalheria Vivara está crescente, com a demanda já superando diversas vezes o volume ofertado. A companhia, que precifica sua ação na próxima semana, no dia 08, contou, já na largada, com a presença de fundos âncoras que, de cara, completaram um livro da oferta, garantindo o sucesso da operação. Tais investidores estão alocados com o preço da ação no centro da faixa indicativa, de R$ 23,29. O intervalo de valor na oferta foi proposto entre R$ 21,17 e R$ 25,40. Se até a semana passada a projeção era de que a ação da rede de joalheria Vivara fosse precificada em R$ 23,29, onde estão os âncoras, hoje a aposta é de que o preço saia no teto.

Vem ni mim. De olho no interesse da pessoa física, o IPO da Vivara tem buscado atrair esse público. A publicidade chegou até mesmo às redes sociais, estratégia que tem sido capitaneada pela XP Investimentos, um dos coordenadores da oferta, e já testada em outras operações.

Com a palavra. Com os recursos obtidos no IPO, na semana que vem, a Vivara pretende dar largada a um plano de investimento de abertura de 50 lojas por ano. Procurada, a rede de joalheria não comentou o assunto.

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Vivara

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: