Com aquecimento do mercado imobiliário, oficiais de registro criam associação nacional

Com aquecimento do mercado imobiliário, oficiais de registro criam associação nacional

Circe Bonatelli

22 de dezembro de 2019 | 04h27

Prédios da região da Avenida Paulista e Jardins visto da Avenida Faria Lima – Foto: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

As entidades representativas estaduais dos oficiais de registro de imóveis se uniram para criar o Colégio do Registro de Imóveis do Brasil (CORI-BR). A iniciativa vai permitir a uniformização de processos, execução conjunta de projetos, troca de dados e o fomento da regularização fundiária, dentre outras ações. Na largada, 17 órgãos estaduais fazem parte da associação, que deve crescer nos próximos meses.

Leia também: Investir em imóvel voltou a ser boa opção

Mais registros. A criação da entidade nacional vem na esteira da recuperação do mercado imobiliário e, por consequência, da atividade nos cartórios oficiais de registros. No Estado de São Paulo, foram contabilizadas 830.844 transações (compra e venda, permuta, cessão de direitos, doação, herança, desapropriação, etc) nos últimos 12 meses até junho.

Notícia publicada no Broadcast dia 20/12/2019, às 15:51:52

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

cartóriosimóveis

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: