Com compra da RD Station por R$ 1,8 bi, Totvs faz maior aquisição privada em tecnologia no País

Com compra da RD Station por R$ 1,8 bi, Totvs faz maior aquisição privada em tecnologia no País

Felipe Laurence

10 de março de 2021 | 10h23

Dennis Herszkowicz, presidente da Totvs: “É a união de duas líderes de mercado para consolidar um ecossistema B2B (prestação de serviços para empresas)”

Depois de perder a compra da Linx numa longa batalha com a Stone, a Totvs deu o troco e venceu a disputa com a Locaweb pela RD Station. A compra do controle majoritário da empresa de marketing digital, por R$ 1,861 bilhão, é a maior aquisição privada de uma empresa de tecnologia no mercado brasileiro. A Linx foi vendida por R$ 6,7 bilhões, mas tinha o capital aberto em Bolsa.

Para Dennis Herszkowicz, CEO da Totvs, a transação junta a maior companhia de tecnologia e software como serviço (SaaS) do Brasil com a pioneira de marketing digital.

“É a união de duas empresas líderes no mercado de tecnologia e um marco para consolidar um ecossistema de tecnologias B2B (empresas para empresas) no Brasil e no mundo”, diz Herszkowicz, em entrevista ao Estadão/Broadcast.

A RD Station estava no radar da Totvs desde que Herszkowicz chegou à empresa, no fim de 2018. A estratégia era consolidar a companhia como um pilar de “business performance” (desempenho de negócios). “O nome da RD surgiu automaticamente, quando estabelecemos essa estratégia dos pilares”, diz ele.

Fundada em 2011, a RD Station tem receita líquida prevista de R$ 206 milhões para 2021, o que representa crescimento médio de 46% desde 2016. Hoje, a RD tem 2 mil clientes, incluindo agências de marketing digital, que representam quase 40% das vendas.

RD Station tem ferramenta de marketing e de vendas

A startup tem dois produtos principais: o RDStation Marketing, ferramenta de automação da comunicação, e o RDStation CRM, voltado para a área de vendas.

Segundo Herszkowicz, as negociações foram complexas, pela pulverização do controle acionário da RD Station, investida por diferentes de fundos que fizeram aportes de venture capital. A transação envolveu a saída de todos os fundos da empresa: Riverwood Capital, Astella Investimentos, DGF Investimentos, Redpoint eventures, TPG e Endeavour Catalyst, além de compra parcial da participação dos sócios fundadores, deixando o controle da Totvs em 92% do capital social.

Fundadores continuarão tocando negócio

“Os fundadores Eric Santos, Guilherme Lopes, Bruno Ghisi, André Siqueira e Pedro Bachiega vão continuar na RD Station e tocando os negócios como sempre, lá em Florianópolis”, afirma Herszkowicz. De acordo com ele, os dois negócios têm sinergias naturais, como potencial de venda cruzada.

Os R$ 1,861 bilhão que a Totvs irá desembolsar na transação implica em um valor de mercado de R$ 2 bilhões para a RD – que Herszkowicz considera justo. Ele nega que tenha acontecido um “leilão” pela startup com a Locaweb.

A Totvs planeja emitir dívida pra financiar a transação, mas Herszkowicz não dá detalhes de como a operação será feita, se haverá emissão de debêntures, mas estima que a alavancagem da empresa deve ficar em cerca de duas vezes a dívida líquida sobre a geração de caixa. “Um patamar aceitável na minha opinião e do conselho da empresa levando em conta que a operação vai se pagar rapidamente com o potencial de crescimento da RD dentro da Totvs”, diz.

Analistas dizem que preço fez sentido

Os analistas Carlos Sequeira e Osni Carfi, do BTG Pactual, dizem que o valor desembolsado, estimado de 9,8 vezes a estimativa de vendas da RD em 2021, parece alto, mas faz sentido. “Companhias SaaS com forte crescimento estão sendo negociadas a 29 vezes esse múltiplo”, afirma. Um caso é o da HubSpot, empresa americana que oferece serviços comparáveis aos da RD e é negociada a 17,5 vezes na Nasdaq.

A opinião é compartilhada por Eric Huang e Tales Granelo, da Eleven Financial. Para eles, mesmo sem considerar sinergia como a potencial de venda cruzada para a base de clientes da Totvs, o patamar de crescimento da RD nos últimos anos reduz o múltiplo a 6,7 vezes, já em 2022. “Com esta aquisição, a Totvs passa a contar com uma solução mais completa voltada ao business performance (desempenho do negócio), e com os conhecimentos de uma empresa especializada em um público muito similar, com foco em pequenas e médias empresas.”

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 09/03, às 21h36.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

totvsRD StationM&A

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.