Com crise, uso de desconto farmácia dispara

Com crise, uso de desconto farmácia dispara

Coluna do Broadcast

25 de janeiro de 2017 | 08h28

A pressão sobre o orçamento doméstico trazida pela crise e pela inflação elevada fez com que as pessoas aumentassem a uso do desconto farmácia. Para mais de 725 mil segurados da Bradesco Saúde, o benefício gerou uma economia de R$ 70 milhões em 2016, montante 43% superior ao registrado um ano antes.

Alívio
Os medicamentos, prescritos por mais de 85 mil médicos e adquiridos em mais de 3,6 mil farmácias em todo o País cadastradas pela Orizon – parceira da Bradesco Saúde na gestão do benefício -, foram comprados com desconto médio de R$ 30,00 cada. Em contrapartida, os remédios ficaram 12,5% mais caros em 2016, a taxa mais alta desde 2000, segundo o Índice de Preços ao Consumidor – Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.