Com demanda por microcrédito, SuperSim mira 1 milhão de usuários

Fernanda Guimarães

06 de janeiro de 2021 | 05h20

Com a pandemia afetando a economia, o microcrédito, principalmente para as classes C e D, tem tido cada vez mais demanda. Na SuperSim, fintech de microcrédito, os empréstimos cresceram em 20 vezes apenas em novembro de 2020 em relação ao observado no fim de 2019. Os pedidos de crédito recebidos já somam cerca de 100 mil por mês. A fintech, que inicialmente era voltada a empréstimos sem garantia, fez um lançamento para mitigar os riscos diante do momento de incerteza e passou a aceitar o celular do cliente como garantia. A meta da SuperSim é alcançar um milhão de tomadores de crédito nos próximos anos.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

microcréditosupersim

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: