Com explosão do comércio eletrônico, Vtex tem ‘superdemanda’ e emplaca oferta de quase R$ 2 bi nos EUA

Com explosão do comércio eletrônico, Vtex tem ‘superdemanda’ e emplaca oferta de quase R$ 2 bi nos EUA

Cynthia Decloedt e Altamiro Silva Junior

21 de julho de 2021 | 12h07

Comércio eletrônico ganhou maior peso, em meio ao isolamento social imposto pela pandemia. Foto: Rafael Arbex/Estadão Conteúdo

A empresa brasileira de software Vtex, que desenvolve infraestrutura para plataformas de e-commerce e marketplaces,  atraiu um grande público em sua chegada ontem, à New York Stock Exchange (Nyse) . A oferta concentrou uma “superdemanda”, nas palavras de um dos envolvidos, e a companhia levantou US$ 361 milhões, sem o lote extra, com as ações sendo vendidas a US$ 19. As ações foram precificadas US$ 2 acima do teto da faixa, que era de US$ 15 e US$ 17. Com o lote extra, que tem opção ainda de ser subscrito pelos investidores, a oferta chega a US$ 415 milhões.

Os bancos JPMorgan, Goldman Sachs e BofA Securities, mais KeyBanc Capital Markets, Morgan Stanley e Itaú BBA foram os coordenadores da oferta.

Embora o crescimento das vendas virtuais seja crescente, a pandemia acelerou o interesse dos investidores nas empresas da área, já que ficou provado que o consumo pela internet será incorporado pelas pessoas. Tanto que a Vtex foi a primeira startup brasileira a ser avaliada em US$ 1 bilhão, em meio à pandemia no ano passado. Após a abertura de capital ontem, ela foi avaliada em US$ 3,6 bilhões.

A Vtex expandiu sua oferta para além do e-commerce para marketplaces, com a oferta de um ambiente de vendas de diferentes origens e centros de distribuição e também gestão de lojas físicas.

A empresa brasileira chegou em Wall Street com a chancela de um grupo importante de investidores internacionais, incluindo o Softbank. Em uma de suas últimas rodadas de captação, no fim do ano passado, levantou US$ 225 milhões de fundos, incluindo Lone Pine Capital, Constellation, Endeavor Catalyst e o SoftBank. Em 2019, a Gávea Investimentos, do ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga, havia investido na empresa.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 20/07/2021, às 21:51:42.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

vtexIPO#Nyse

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.