Com pandemia, antecipação de crédito mais que dobra no Banco Fibra

André Ítalo Rocha

09 de setembro de 2020 | 05h10

A necessidade de as empresas buscarem capital de giro durante a crise econômica causada pela pandemia fez mais do que dobrar, no Banco Fibra, a chamada antecipação de crédito – produto no qual a instituição financeira antecipa o pagamento de uma dívida a um fornecedor de uma cadeia produtiva e alonga o prazo do comprador.

Socorro. No segundo trimestre, período mais duro para a economia durante a pandemia, as antecipações de crédito realizadas pelo Fibra somaram R$ 1 bilhão, alta de 163% em relação aos R$ 380 milhões registrados no segundo trimestre do ano passado. Afetado pelas medidas de isolamento social, o PIB brasileiro caiu 11,4% na mesma base de comparação, a maior queda desde o início da série histórica do IBGE, em 1996, deixando fornecedores e compradores em apuros.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

fibracrédito

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: