Com R$ 8,5 bi em carteira, Acqua-Vero deixa XP e vai ter BTG Pactual como sócio

Com R$ 8,5 bi em carteira, Acqua-Vero deixa XP e vai ter BTG Pactual como sócio

Cynthia Decloedt

17 de maio de 2021 | 11h57

A Acqua-Vero, que tem R$ 8,5 bilhões sob custódia, está deixando a XP para ser parceiro do BTG Pactual após sua transformação em corretora, onde o banco terá 49%. A ideia é chegar à bolsa, por meio de oferta de ações (IPO, na sigla em inglês) em três anos. Até o final deste ano, a Acqua-Vero estima que terá em carteira R$ 12 bilhões sob custódia. Hoje, a Acqua-Vero tem quase 20 mil clientes,  sendo mais de 3 mil com acima de R$ 1 milhão para investir e 16 filiais. A intenção é que no futuro a rede de escritórios chegue a 100.

Passo a passo.  Após o cumprimento do aviso prévio de 60 dias com a XP, a Acqua-Vero iniciará a transição para se tornar uma corretora de valores, processo que estará sujeito a aprovação do Banco Central. O anúncio da entrada do BTG será feita oficialmente em 60 dias, após o cumprimento do aviso prévio.

Copia e cola. O BTG Pactual tem 100 escritórios de agentes vinculados à sua plataforma. Com alguns, o modelo de negócio vai além de simplesmente da oferta da plataforma de produtos e serviços do BTG Pactual para o escritório aplicar os recursos de seus clientes. Além da Acqua-Vero,  o BTG Pactual adquiriu uma fatia de quase 50% no ano passado da EQI (Eu quero investir), causando grande barulho no mercado.

Confirma. A XP confirmou ter sido comunicada do pedido de descredenciamento de um escritório da sua rede. Em nota encaminhada à Coluna informou ainda que possui 9 mil profissionais parceiros, abre em média cinco novas operações por mês e possui mais de R$ 715 bilhões de ativos sob custódia, ativos estes que cresceram 96% na comparação com o 1° trimestre de 2020. “No último ano, por exemplo, a XP atraiu 3.700 novos agentes autônomos, um crescimento de quase 20% em relação ao ano anterior”, disse.

A XP destacou ainda que, “nos poucos casos de descredenciamento ocorridos até hoje, o histórico de transferência para a nova instituição é baixo, sendo menor que 15% em média. Isso ocorre pois a decisão final é dos clientes”.

Tudo o que sabemos sobre:

#AAI#BTGPactual

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.