Com venda de postos de gasolina, Grupo Pão de Açúcar diminuiria dívida após compra da Éxito

Com venda de postos de gasolina, Grupo Pão de Açúcar diminuiria dívida após compra da Éxito

Fernanda Guimarães

10 de janeiro de 2020 | 11h06

Pão de Açúcar Minuto na rua Pamplona.FOTO SERGIO CASTRO/ESTADÃO.

Com a venda de sua rede de postos de gasolina acoplada às suas lojas, o GPA busca ganhar fôlego para se desalavancar após gastar R$ 9,5 bilhões pela rede colombiana de supermercados Éxito. A venda dos postos poderá gerar para o GPA R$ 1 bilhão. O Bradesco BBI foi contratado como assessor financeiro para buscar interessados no ativo, conforme fontes.

“Com essa venda ela desalavanca e pode investir no seu core, que é o segmento de supermercados”, disse uma fonte, na condição de anonimato. O GPA anunciou no fim do ano passado um processo de migração de bandeiras de suas marcas de supermercados, assim como a abertura de novas lojas, de forma orgânica.

Para as farmácias do grupo, a estratégia deve ser a mesma, mas até aqui nenhum banco foi contratado, conforme fontes. Ano passado, na sua estratégia de foco no segmento alimentar, o GPA vendeu sua participação na Via Varejo, dona das marcas Casas Bahia e Ponto Frio.

Notícia publicada no Broadcast dia 09/01/2020, às 21:40:36

 

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Tudo o que sabemos sobre:

GPA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: