Comércio eletrônico dobra vendas em abril

Comércio eletrônico dobra vendas em abril

Cristiane Barbieri

28 de maio de 2020 | 04h53

As vendas do comércio eletrônico brasileiro praticamente dobraram em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado, com alta de 98,74%. O faturamento das empresas do setor também teve alta expressiva, de 81,64% no período, segundo o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie.

Em relação a março, a alta nas vendas de abril foi de 37,14%. Mesmo com o crescimento, o comércio eletrônico representou 7,2% do comércio varejista restrito (exceto veículos, peças e materiais de construção), em março. No acumulado do ano, a variação ficou em 43,34%.

Com home office, crescem vendas de material de escritório

O aumento nas vendas refletiu o confinamento. Os equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação tiveram alta de 40,1% em março; os móveis e eletrodomésticos de 24,5%. Já os hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo ficaram entre as menores altas: 2,8%.

Em termos regionais, o Sudeste mais do que dobrou as vendas (104,97% de alta), seguido do Nordeste (96,36%), Centro-Oeste (94,80%); Sul (79,71%); e Norte (66,68%). No primeiro trimestre, 12,3% dos internautas brasileiros realizaram ao menos uma compra online.

Para compor o índice, o Compre & Confie coleta 100% de todas as vendas reais de grande parte do mercado de e-commerce brasileiro. Também são utilizadas ferramentas estatísticas e informações dos indicadores econômicos nacionais do IBGE, IPEA e FGV.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.