Comexport investe R$ 10 milhões para automatizar comércio exterior

Comexport investe R$ 10 milhões para automatizar comércio exterior

Juliana Estigarríbia

07 de abril de 2021 | 05h15

Uma das maiores empresas de comércio exterior do País, a Comexport está investindo em monitoramento digital para melhorar o fluxo de processos de seus clientes e para automatizá-los de ponta a ponta. Em 2021, a empresa pretende desembolsar R$ 10 milhões na área de tecnologia – mesmo volume médio dos três anos anteriores.

De capital 100% nacional, a Comexport faturou R$ 11 bilhões em 2020, com lucro líquido de R$ 275 milhões. Entre seus clientes estão Mercedes-Benz, Volvo e Nokia. Também mais de 100 outras empresas de grande porte, para as quais faz importações indiretas .

Entre os resultado dos investimentos em tecnologia, a Comexport consegue rastrear todos os itens no fluxo de importação ou exportação, com registro de todo o histórico do processo: se o retrovisor de um veículo quebra durante o trajeto, por exemplo, o cliente conseguirá saber em qual momento isso aconteceu. Segundo Rodrigo Guerra, CFO da Comexport, com isso, a empresa traz mais visibilidade e previsibilidade à cadeia logística do comércio exterior, que ainda tem grande parte dos trâmites manual.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 06/04/2021, às 11:30.

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

comexportexportaçõesInvestimento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.