Complexo do Anhembi será privatizado em bolsa em setembro

Coluna do Broadcast

05 de abril de 2017 | 05h00

A prefeitura de São Paulo deve realizar em setembro a privatização do complexo do Anhembi. O processo ocorrerá em Bolsa no modelo de leilão holandês, o mesmo usado na privatização da Cteep em 2007. A oferta será feita por meio da São Paulo Turismo, dona do Anhembi e que tem ações na Bolsa. Os bancos coordenadores serão escolhidos nas próximas semanas. O complexo tem 400 mil metros quadrados, incluindo o Sambódromo, com potencial de 1 milhão de metros quadrados de construção.

Modelo

No leilão holandês, o lance inicial é o maior estipulado pelo vendedor, que, geralmente, coloca um valor mais elevado. Aos poucos, o preço vai sendo reduzido pelo ofertante, até que algum participante do leilão esteja disposto a aceitar o valor.

Siga a @colunadobroad no Twitter