Compras com vale-alimentação caem menos e com vale-refeição sobem em junho

Compras com vale-alimentação caem menos e com vale-refeição sobem em junho

Cynthia Decloedt

30 de junho de 2020 | 04h10

O número de pagamentos feitos com os cartões vale-alimentação, usados em compras de supermercados, aumentou na primeira quinzena de junho. A queda foi de 3,56%, de acordo com a ValeCard, uma das maiores empresas de meios de pagamento eletrônicos do Brasil, em relação ao mesmo período de maio. No mês de maio cheio, as transações com vale-alimentação haviam despencado 30,43% frente a abril.

Despensa cheia. Por outro lado, os gastos médios das pessoas aumentaram nos supermercados. Em abril, o número de vendas caiu 0,78%, mas o tíquete médio por compra aumentou 17,36%. Foi de pouco mais de R$ 77 para perto de R$ 91. Em maio, o número ficou estável e a ValeCard ainda não tem o recorte de junho.

Nos restaurantes…. Até a primeira quinzena de junho, quando muitas das cidades começaram a aplicar protocolos de reabertura, a quantidade de transações feitas com o uso de vale-refeição subiu 9,58% quando comparado com o mesmo período de maio. Em abril, o uso caiu bastante, com retração de 26,31% em maio frente a abril e de 47,31% em abril frente a março. Nos restaurantes, o gasto médio também avançou forte, em 71% na comparação com o mês anterior, saindo de pouco mais de R$ 50 para R$ 86. Em maio, o gasto médio subiu mais 4,94% para R$ 90,47.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#valealimentação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: