Conselho da Azul vende ações em novembro

Conselho da Azul vende ações em novembro

Fernanda Guimarães

11 de dezembro de 2020 | 05h00

A maior discrepância foi vista na Azul Linhas Aéreas

– No mesmo mês em que a Azul teve um respiro em seu caixa, depois de concluir uma emissão de dívida, o conselho de administração da companhia aérea vendeu ações. Em novembro, conforme o formulário de referência da empresa, o colegiado vendeu 60 mil ações, a um preço médio de R$ 30,18 cada papel, somando cerca de R$ 1,8 milhão. Procurada, a Azul não comentou até o momento.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

azul

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.