Consórcio Fator/Concremat/VG&P faz melhor lance por estudo de saneamento em PE

Coluna do Broadcast

21 de março de 2017 | 18h19

O consórcio Fator/Concremat/VG&P, formado pelo Banco Fator em parceria com a Concremat Engenharia e Tecnologia e o Vernalha Guimarães e Pereira Advogados, apresentou a melhor proposta para a realização de estudos para modelagem de participação privada no saneamento de Pernambuco. O grupo apresentou, em pregão realizado nesta terça-feira, uma proposta de R$ 7,876 milhões, cerca de 70% inferior ao valor estimado para a licitação, de R$ 26,342 milhões. Outros 16 consórcios disputavam o contrato.

Histórico
Em pregões anteriores, outros grupos venceram as disputas. O consórcio formado pela Ernst & Young, Felsberg e Pedretti Advogados, Gonçalves Muzzi Peixoto e Ema Engenharia de Meio-Ambiente venceu a licitação para a realização de estudos referentes ao Estado de Alagoas, com uma proposta de R$ 8,35 milhões, redução de 57% ante o valor estimado. A PriceWaterhouseCoopers, em parceria com a Loeser e Portela Advogados e a Egis – Engenharia e Consultoria, conquistou o contrato para estudos no Amapá, com um lance 60% menor que o estimado, de R$ 5,319 milhões. Já o consórcio Aqua, formado pela BF Capital, Aecom do Brasil e Azevedo Sette Advogados Associados, levou os contratos para os estudos de modelagem referentes aos Estados do Maranhão e do Pará, oferecendo preços 64% menores que os estimados para as licitações, ou R$ 8,53 milhões e R$ 6,24 milhões, respectivamente. (Luciana Collet)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.