Constantino Junior, da Gol, entra para conselho de empresa ‘cheque em branco’ dos EUA

Constantino Junior, da Gol, entra para conselho de empresa ‘cheque em branco’ dos EUA

Gabriel Baldocchi

21 de janeiro de 2022 | 05h30

Spac Twelve Seas caminha para captar US$ 200 milhões na Nasdaq   Foto: Andrew Kelly/ Reuters

O empresário Constantino de Oliveira Júnior, presidente do Conselho de Administração da Gol e membro da família fundadora da companhia aérea brasileira, se uniu a um grupo de empreendedores dos EUA para ajudar na busca por uma oportunidade promissora nos segmentos de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia (TMT, na sigla em inglês) pelo mundo. Ele foi escalado para integrar o conselho da empresa de “cheque em branco” Twelve Seas Investment Company IV TMT, que caminha para levantar US$ 200 milhões na Nasdaq e investir num ativo do setor.

Nas Spacs, sigla oficial da modalidade, a experiência dos executivos conta muito porque os investidores não sabem de início qual será o alvo dos recursos. O time é encarregado de encontrar uma empresa com potencial para então fazer uma fusão e levá-la à Bolsa.

A Twelve Seas reúne pesos-pesados das finanças e executivos com longa experiência em negócios e nos segmentos que receberão o aporte. Entre eles estão Joseph Euteneur, ex-diretor financeiro da fabricantes de brinquedos americana Matell, no cargo de CEO, e Neil Richardson, ex-diretor do gigante de private equity KKR, com 35 anos de atuação na indústria financeira, na chefia do conselho.

Oportunidades

O grupo vê oportunidades no setor puxadas pelo avanço expressivo da tecnologia e na demanda por dados, principalmente nas áreas de streaming de vídeo e de informação, tendências aceleradas pela pandemia. Os segmentos no radar movimentaram US$ 4,1 trilhões em negócios de fusão e aquisição entre 2015 e 2020.

As Spacs movimentaram a cifra recorde de US$ 145 bilhões nos EUA no ano passado. O Brasil entrou de vez no radar da modalidade – as iniciativas lançadas para a região já somam mais de US$ 2 bilhões.

Constantino entra para um time de profissionais locais com atuação em conselhos de “cheque em branco”, como o ex-presidente do Citi no Brasil, Helio Magalhães, e o deputado federal Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP). A própria Twelve Seas contará com a ajuda de outro brasileiro, Cassio Calil, economista pelo Mackenzie e ligado à gestora Leste Kapital, com passagens pelo grupo Softbank e J.P. Morgan.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 20/01/22, às 17h22.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.