Construtoras “animadas” com Doria

Economia & Negócios

24 de outubro de 2016 | 12h00

A eleição de João Doria (PSDB) para a Prefeitura de São Paulo deu esperanças aos empresários da construção, que passaram a enxergar abertura para rediscutir com o tucano alguns pontos do Plano Diretor aprovado durante a gestão de Fernando Haddad (PT), como o zoneamento dos bairros. “Com o Haddad, essa conversa era impossível”, disse um representante do Sindicato da Habitação (Secovi-SP). Os empresários batem o pé contra as restrições impostas pelo plano, que inibe novas edificações nos miolos dos bairros e direciona os projetos para as ruas com corredores de ônibus e estações de trem/metrô. Alegam que isso encarece novos projetos em áreas nobres, como Vila Madalena, Moema e Vila Mariana, justamente onde há forte demanda por imóveis. (Circe Bonatelli)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.