Conta Zap ajudará bancos a distribuir microcrédito

Conta Zap ajudará bancos a distribuir microcrédito

André Ítalo Rocha

29 de dezembro de 2020 | 05h00

Foto: Conta Zap/Divulgação

A Conta Zap – fintech que permite transações financeiras por meio do Whatsapp e se dedica a atender principalmente as classes C, D e E – se prepara para ser também um marketplace de microcrédito a partir do fim de janeiro. A companhia já fechou com pelo menos três instituições financeiras. Os nomes ainda não foram revelados, mas uma delas é um grande banco, esperado para o primeiro trimestre.

Solução. Com o produto, a fintech procura resolver um antigo problema dos bancos, que têm dificuldade para cumprir o mínimo exigido pelo Banco Central (BC) para operações de microcrédito, equivalente a 2% dos que as instituições recebem em depósitos à vista. Pelo custo alto de cada transação, os bancos preferem pagar a multa do BC a realizar os empréstimos. Contudo, o BC tem elevado a multa e pressionado as instituições para executar o mínimo.

Deixa comigo. Ao oferecerem o microcrédito no marketplace da Conta Zap, os bancos estarão deixando com a fintech todo o trabalho de operacionalizar, arrecadar, distribuir e cobrar. As instituições só terão de calcular o risco do cliente e entregar o dinheiro. No início, haverá um mínimo de R$ 100 para cada operação e um limite de R$ 20 mil. As ofertas serão feitas no próprio Whatsapp, como reação às interações que o cliente faz com sua conta, como, por exemplo, pedir um extrato.

Expectativa. A Conta Zap, que tem 900 mil clientes ativos em todo o Brasil e espera chegar a 5 milhões em 2021, acredita que pode atingir R$ 100 milhões em operações de microcrédito no próximo ano, com um valor médio de R$ 500 por cliente, em meio a um ambiente favorável de taxa de juros baixa, com a Selic a 2% ao ano. Para aumentar o número de potenciais tomadores de empréstimos, a fintech mira também um universo de 36,5 milhões de clientes da Oi, operadora com quem fechou uma parceria para criação de um banco digital que se destina a atrair desbancarizados de baixa renda.

contato: coluna.broadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

conta zapmicrocréditoBancos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.