Contra proteção veicular, mercado de seguros recorre à Raquel Dodge

Contra proteção veicular, mercado de seguros recorre à Raquel Dodge

Coluna do Broadcast

19 de junho de 2019 | 04h00

 O mercado de seguros acionou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, para tentar conter o crescimento da proteção veicular no País. Similar ao seguro de automóvel, a modalidade não tem regulação da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e ajudou a multiplicar uma fatia marginal no segmento.
Remédio

O deputado Lucas Vergilio (SD-GO) entregou um ofício ontem, dia 17, à procuradora-geral com pedido para adoção de medidas contra a atuação irregular das associações e cooperativas de proteção veicular. O setor de seguros defende a criação de uma Comissão Especial para investigar e analisar o crescimento do mercado marginal e o impacto econômico e social. O mesmo pedido já foi feito ao ministro da Justiça, Sérgio Moro.

Crônico

As proteções veiculares crescem, principalmente, entre a população de menor poder aquisitivo por se apresentarem como opções de menor custo ante o seguro tradicional. O preço, contudo, pode ser mais caro no final das contas. Nas mesmas praças em que o mercado marginal cresceu como, por exemplo, no Rio de Janeiro, o número de roubo de veículos disparou. Com o aumento do risco, algumas seguradoras chegaram a deixar de atuar em determinadas regiões do Estado.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

seguros

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.