Corporación Quiport, do grupo CCR, conclui reestruturação de US$ 1 bi

Aline Bronzati

31 de janeiro de 2020 | 07h38

A concessionária Corporación Quiport, com sede no Equador, concluiu um processo de reestruturação societária que envolveu ativos no valor de US$ 1 bilhão. Com sócios como a brasileira CCR, a colombiana Odinsa e a norte-america HAS Development Corporation, a companhia administra o Aeroporto Internacional Mariscal Sucre, em Quito.

Extenso. O processo de reestruturação societária, assessorado pelo escritório Machado Associados, demorou mais de um ano para ser concluído. Um novo acordo de acionistas foi estabelecido regido pela lei uruguaia, além de um acordo de investimento conforme o clausulado norte-americano. A reestruturação foi implementada em diversas etapas em Equador, Uruguai, Espanha, Brasil, Ilhas Virgens Britânicas, Estados Unidos e Colômbia.

Notícia publicada no Broadcast no dia 30/01/2020, às 18:29:33

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: