Crédito com duplicatas cresce 12,4% em 12 meses até outubro para R$ 723 bi

Crédito com duplicatas cresce 12,4% em 12 meses até outubro para R$ 723 bi

Coluna do Broadcast

02 Novembro 2018 | 04h00

O crédito concedido por meio de duplicatas cresceu 12,4% em 12 meses até outubro deste ano, atingindo R$ 723 bilhões, de acordo com levantamento da Central de Registro de Direito Creditório (CRDC), que faz a verificação e gestão de duplicatas. Em relação a setembro, o aumento foi de 1,7%. O avanço foi puxado pelas operações de crédito lastreadas em duplicatas feitas no Sistema Financeiro Nacional, que aumentaram 18,7% em 12 meses até outubro, para R$ 423 bilhões, sendo o maior volume representado por descontos de duplicatas.

Cautela. Já as operações de crédito envolvendo duplicatas em Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) ficaram estagnadas durante o mesmo período comparativo, em R$ 300 bilhões. O motivo é a cautela dos investidores que compram cotas dos fundos diante das incertezas com a economia, especialmente depois da greve dos caminhoneiros, em maio, que provocou queda no PIB. Para os bancos, as condições da economia tiveram peso menor, uma vez que utilizam na concessão do crédito o próprio capital, que sobrou em decorrência do encolhimento dos empréstimos durante a crise.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Mais conteúdo sobre:

créditofidc