CSN ainda precisa falar com sócios sobre venda de ativos de mineração

CSN ainda precisa falar com sócios sobre venda de ativos de mineração

Coluna do Broadcast

16 Novembro 2016 | 05h00

steinbruch_rau_blog

(Foto: Felipe Rau/Estadão)

A CSN, de Benjamin Steinbruch, admite vender uma fatia de seus ativos de mineração, mas ainda não teria sentado com seus sócios asiáticos na Congonhas Minérios para falar sobre o desinvestimento. A CSN possui cerca de 87% da Congonhas Minérios, companhia que reúne a mina Casa de Pedra e a Namisa.

Oferta justa

O consórcio dono da fatia restante (formado por Itochu Corporation, JFE Steel Corporation, Posco, Kobe Steel, Nisshin Steel e China Steel Corporation) possui “direito de oferta justa” – ou seja, receber as mesmas informações dadas a eventuais interessados e, assim, fazer uma oferta. Em meio ao histórico de disputa entre o grupo e a siderúrgica, a CBSteel já mostra interesse no ativo.

Mais conteúdo sobre:

CSN