CSN espera negociação com fundo Farallon para definir IPO da área de cimentos

CSN espera negociação com fundo Farallon para definir IPO da área de cimentos

Fernanda Guimarães

23 de junho de 2021 | 05h00

Foto: Marcos Arcoverde/Estadão

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), do empresário Benjamin Steinbruch, espera o desfecho das negociações com o fundo Farallon para a aquisição da Cimentos Elizabeth, antes de dar continuidade à oferta inicial de ações (IPO, pela sigla em inglês) de sua unidade de cimentos. O negócio deve ser concluído nos próximos dias. Mesmo que a avaliação da cimenteira não mude com o negócio, a expectativa é de que as conversas com investidores para a abertura de capital sejam ainda mais positivas, com o viés de crescimento da companhia.

Até aqui os bancos que estruturam a oferta já fizeram reuniões iniciais com potenciais investidores. As conversas têm girado em torno da tese de crescimento e projeções, mas o preço não entrou na pauta. A ideia é que o IPO movimente cerca de R$ 2,5 bilhões. O valor da ação na oferta inicial deve ser conhecido na segunda semana de julho. Procurada, a CSN não comentou.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 22/06, às 16h33.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Tudo o que sabemos sobre:

CSN CimentosIPOfarallon

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.