CVM quer mais transparência nos balanços das securitizadoras

Coluna do Broadcast

11 de abril de 2017 | 05h00

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) tem conversado com securitizadoras sobre mudanças na divulgação de seus balanços. A ideia para essas empresas, que compram recebíveis de companhias e depois vendem ao mercado em forma de fundos e certificados, é aumentar a transparência e reduzir o risco de fraudes. Para isso, a CVM deve exigir a divulgação separada do balanço auditado do patrimônio de cada fundo. Um caso que está sob investigação da Justiça é o do Fundo de Investimento em Direito Creditório (FIDC) da Silverado, por supostamente incluiu recebíveis de empresas fantasma.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tendências: